marca-MBA_EPorã-1

Nesta sexta-feira 7 a partir das 19 horas tem início o Festival Mba’e Porã. Um festival cultural que vai até o dia 16 com uma programação diversificada de atividades cênicas, musicais regionais e nacionais além de diálogos.

“Festival Mba’e Porã: arte pela proteção dos povos indígenas”


O projeto nasce de um encontro virtual entre o artista sul-matogrossense Ghva e o prof. Tiago Botelho, coordenador do curso de Direito da UFGD ganhando coletividade com o intuito de levantar recursos para as comunidades indígenas afetadas pela COVID-19 visando, inclusive, a construção de poços artesianos e compra de equipamentos de proteção individual – EPI, para os povos Guarani-Kaiowá de Dourados, em Mato Grosso do Sul.


Durante estes dias as pessoas poderão ajudar por meio de doação pela “vakinha on-line” ou pela compra de obras de arte doadas por diversos artistas do Estado.
Há nomes de gigantes no cenário Nacional e regional que podem ser conferidos nos links da página do festival.


O evento será transmitido por meio de lives nas redes sociais linkado diretamente pelo Youtube. Participarão do evento mais de 20 atrações regionais e nacionais.
A programação completa do evento será divulgada no perfil do Instagram @festivalmbaepora e na página do festival no Facebook.


Três Lagos presente no Festival Mba`e Porã


Artesãos três-lagoenses, ligados à Associação Costa Leste de Artesanato de Mato Grosso do Sul (ACLAMS), também estarão presentes no festival com obras doadas que, diga-se de passagem, já tiveram logo de início peças arrematadas para a causa.
Ficamos muito felizes em participar com alguns de nossos associados e queremos convidar a população de Três Lagoas e região para somar com a gente, seja ajudando através da vakinha online, prestigiando os artistas ou compartilhando o evento nas redes sociais. Quanto mais pessoas puderem colaborar, mais ajuda chegará a eles”, afirma Tatiane Souza, representante ACLAMS que é um dos apoiadores do festival.

PROGRAMAÇÃO

07/08 – SEXTA-FEIRA

19h – Abertura

Reza indígena com o grupo de canto Okaraguyje Taperendy, no Facebook.

19h15 – Artes da Cena

“Aldeias Imaginárias”, com Emmanuel Marinho, no Facebook e Youtube.

20h – Música

Bro Mc’s, no Facebook e Youtube.

21h – Música

Falange da Rima, no Facebook e Youtube.

28 / 100

Uma resposta

  1. Que maravilha…sou de Três Lagoas e orgulhosa pela excelente organização e a proposta de valorização da cultura indígena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *